A Beleza e o Vento

A Beleza e o Vento

Com o sopro do tempo e sem intento a beleza se esvai.

Na velocidade do pensamento e contra o vento ela brota.

A beleza não vai com o tempo quando vem de dentro.

Assim me disse o sábio Dente-de-Leão em um momento.

Sempre que o vento leva a beleza, na verdade é uma proeza que lança suas sementes pelo ar que se espalham para brotar.

Cada semente pousa nos mais improváveis e inóspitos locais.
Novos Dentes-de-Leão nascem e crescem.

O texto nos levou para longe, mas voltemos ao início.

Já deu tempo, pois a beleza vem de dentro, por mais um momento aquele primeiro Dente-de-Leão externou novamente sua beleza esperando o vento.

A beleza e o vento, são como nosso caráter e o tempo, se deixarmos a beleza vir de dentro.

Mesmo que o tempo e o vento leve, nós semeamos na vida de outros.

E novamente na época certa brotamos.

Traga sua beleza de dentro e a espalhe com o vento.

Autor: Anderson Ribeiro Sousa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vale do Trovão

A represa!

Quando te Conheci