A estrada não percorrida

A estrada não percorrida

Sou o dono da minha vida, sigo os rumos que quero, ou que pelo menos acho que eu quero, trafego e transito por ruas e vielas, visito cidades e habito localidades.

Luto para que meu coração não fique mais frio, ando e luto sozinho há muitas luas, me lembro no início de como eu orava pedindo que ELE me guiasse, me dirigisse e me transformasse.

Como orei para que ELE me ensinasse a ser um bom pai…
E ELE ouviu.

Tudo o que sou, tudo que consegui foi por intermédio DELE que é de onde tiro minha força.

Estas linhas são um breve relato de que não temos controle de nada, quantas e quantas vezes quis trilhar uma ou outra estrada e fui tolido, fui impedido.

Fui tolido por amor, por cuidado, mesmo nos meus momentos de rebeldia ELE estava lá, nos momentos em que eu não queria ouvi-lo, ELE estava lá.

Quando eu saboto a mim mesmo exercendo meu livre arbítrio ELE entra e diz que NÃO.

Alguns falarão que Deus respeita o livre arbítrio, exato, mas dentro do meu coração mesmo rebelde, eu clamo para que ELE intervenha e mude o que precisa, feche a porta, mude o caminho se for necessário.

Ele altera o curso da minha história porque eu me curvo a vontade DELE, mesmo às vezes desejando seguir outra estrada, no final das contas é melhor confiar.

As vezes a vida faz com que nos cansemos de fazer o bem, mas olho pra trás e vejo o seu grande amor por mim em meu pior momento de vida, então me pergunto, como não ser de certa forma um agente DELE aqui na Terra, como deixar de fazer o certo e dar lugar ao egoísmo de pensar só em mim.

Sou homem, humano, pecador, falho, imperfeito e tendencioso a pensar só em mim…

Mas também sou pai, filho, homem de valor, ético, vencedor, guerreiro, amigo, gentil…

E posso ser imparável, indomável, resiliente, obstinado, desejoso em fazer a diferença no mundo.

Fazer a diferença na maneira de cuidar das pessoas, na maneira de liderar, na maneira de tratar, na maneira de amar. 

Deixar um legado, deixar uma marca, não para que lembrem do meu nome, mas para que lembrem de que eu me esforçava em tentar imitar a Cristo.

"E não nos cansemos de fazer o bem, pois no tempo próprio colheremos, se não desanimarmos. 
Gálatas 6:9 NVI"

Anderson Ribeiro Sousa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vale do Trovão

A represa!

Quando te Conheci