Um brinde ao caos

Um brinde ao caos


A vida, ah a vida! Cheia de alegrias, cheia de nuances, cheia de tristezas. Quantas vezes ela nos fez sorrir e quantas nos fez chorar!

A mente humana associa rapidamente os acontecimentos dolorosos da vida humana em um acervo de memórias que nos vem à tona perante os desafios de nossa existência. Temos medo de que doa novamente, temos medo de sofrer novamente, temos medo de fracassar novamente.

O caos da mente se instaura uma vez mais e quer paralisar o indivíduo, quer frear a iniciativa e a atitude.

O ser humano é freado pelo sentimento, sentimento de pânico e incerteza.

O medo é gerado pelo desconhecido, pois não sabemos o que irá acontecer, o medo é uma pressuposição do fracasso, uma aposta no oponente contra nós mesmos.

No entanto é nestes momentos onde mesmo com medo tentamos, é nestas ocasiões onde andamos em meio a tempestade e lá dentro do deserto, coberto pelo nevoeiro da incerteza que o sol se abre entre as nuvens.

Entenda um segredo sobre a vida, o medo é natural em nossa insignificante existência, mas somos grandes quando mesmo com medo, nós tentamos.

Se não der certo, basta mudar a rota e enfrentar um novo desafio.

Brindemos ao CAOS!!!

Autor: Anderson Ribeiro Sousa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vale do Trovão

A represa!

Quando te Conheci