Como folhas secas...

 

Como folhas secas...


Às vezes o sol da vida é tão intenso que nos seca como folhas, nos desgarramos do caule e vamos ao chão, somos agitados de um lado a outro pelo vento de nossa existência, sem rumo. Folhas secas não possuem raízes, folhas secas não possuem estrutura, folhas secas não possuem vida.


Como Cristo morreu e ressuscitou por nós, ELE nos permite morrer em meio ao turbilhão de coisas, detritos, pedras e terra, Cristo planta uma semente na terra e usa a nós mesmos como adubo.


A semente ora plantada brota enquanto nosso velho EU se decompõe.


É preciso morrer o velho para nascer o novo, é preciso se decompor da antiga existência para que o broto cresça com uma raiz firme.


Neste momento da vida você já não é mais folha e sim tronco, com força suficiente para suportar outros, com força suficiente para suportar o caule e as suas folhas, com virtude suficiente para dar bons frutos.


Cristo é o Jardineiro!!!


Autot: Anderson Ribeiro Sousa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vale do Trovão

A represa!

Quando te Conheci